quarta-feira, 30 de março de 2011

Fraquezas



A vida banalizada
morte a todo instante
O homem se mata
e mata seu semelhante
Poder e dinheiro
um triste semblante
Não poder comprar
Se torna sufocante...

A fraqueza humana
os vícios da sociedade
O medo do amanhã
e as feridas abertas com ferocidade
Insegurança, incerteza
A falsa sanidade
E agora o que fazer
quando impera a maldade?



Carol Miskalo

Um comentário:

  1. éh Carol,

    é preciso ter coragem e sabedoria em meio a Babilônia.

    Bjuuus

    ResponderExcluir